sexta-feira, 8 de outubro de 2010

No Juri do Premio Maboque de Jornalismo 2011

     Informo aos amigos e a todos os estimados seguidores do "Morro do Sombreiro" que decidi aceitar o convite do Grupo Cesar & Filhos para integrar o Juri que vai escolher os vencedores do Premio Maboque de Jornalismo 2011. O Premio e entregue todos os anos no dia 8 de Setembro. O vencedor de 2010 foi o jornalista Jose Rodrigues da Radio Lac, que recebeu o montante de USD 100.000,00 (Cem Mil dolares americanos).
     O facto de ja ter sido vencedor do referido galardao em 2000, conhecendo a sua importancia catalizadora para a superacao dos nossos profissionais e o que pode representar para a vida dos contemplados nas varias categorias ( O premio principal e o de 100.000,00 dolares mas existem outros nada despreziveis) levou-me a aceitar o convite. E o fiz como muita satisfacao, sentindo-me honrado por levar a bandeira de Benguela para um forum onde normalmente Luanda preenche todos os lugares. Em numero de 7 o juri reunira mensalmente na capital do pais, onde fara a analise das obras potencialmente candidatas aos premios. No dia decisivo ditara entao a lista dos felizes premiados.
     Prometo dar a minha contribuicao dentro de valores de respeito a nossa nobre profissao, pela etica, ajudando os demais membros com a experiencia que estou certo possuir em alguns generos do jornalismo.Que Deus me de a sabedoria para ser justo e imparcial nas minhas apreciacoes e na hora de debitar a minha opiniao ou decisao individual.
     A todos vos os meus agradecimentos. Estou certo que acreditam que darei o melhor de mim.
Kandando e a promessa de mais uma historias das minhas viagens de moto nos ultimos dias pelas lindas paisagens e estradas do nosso belo pais.

2 comentários:

Soberano Canhanga disse...

Parabéns ao Morro e ao autor que depois d vencedor ve-se convidado para integrar o mjuri que encontrará outro "maboqueista". Queira apenas deixar um desafio ao Jaime Azulai para debater com os pares no próximo Maboque:
Olhem também para o jornalismo que se faz nos blogues sem capuz. Orgulho-me de ser, muitas vezes, ponto de partida para bias reportagens radiofónicas e de imprebnsa, levantando temas, olhando para factos que passam despercebidos aos jornalistas preocupados com as agendas oficiais. Temos sido um bom adviser e como nós (mesumajikuka) há outros (se calhar melhores) que fazem, e bem, o mesmo papel social.
Um maboquinho (ainda que menção honrosa)para a media digital não seria um pecado capital para o juri e o grupo C&F.

Nando disse...

Sinto-me honrado por ti, pela nossa terra tantas vezes esquecida do poder, atirada para as calendas gregas quando há que decidir.Com o tempo, por vezes tarde é verdade, sempre se acaba por dar valor a quem se mantem como"homem erectos", independentemente das suas origens profissionais e mesmo politicas que a meu ver não devem ser renegadas, mas ao contrário assumidas com coerencia e liberdade.Tambem tomei boa nota do comentário do Canhanga, embora em Angola ainda seja um meio insipiente, os Blogues são hoje uma realidade que influencia politicos e mesmo governos, no mundo desenvolvido.Em minha opinião são um mar de informação,pensamento e liberdade que não é facil amordaçar.Na Europa é comum bloguistas conceituados serem convidados para comentário politico e profissional nas televisões e outros meios de informação.
abraço
Nando