domingo, 6 de junho de 2010

Faleceu no Huambo Mabi de Almeida, ex-técnico dos Palancas-Negras

    Faleceu na tarde de Domingo, dia 6 de Junho de 2010, por volta das 14h30, o professor Álvaro "Mabi" de Almeida, antigo treinador da selecção nacional de futebol Palancas Negras e que se encontrava a trabalhar no Huambo como técnico do Recreativo da Caála, equipa  que disputa o campeonato nacional da I Divisão, revelou  a familia atravès de um comunicado lido na Rádio Morena em Benguela, ao princípio da noite.
    Mabi, tinha 47 anos de idade. Ele foi hospitalizado, no Sábado, numa unidade do Hospital Militar do Huambo, após ter sofrido uma crise de hipertensão, da qual padecia há algum tempo, de acordo com declarações de um dirigente do Clube Recreativo divulgadas pela agência ANGOP  a partir da capital do planalto central.
     Previa-se a sua evacuação para Luanda, mas no início da tarde de Domingo o seu estado de saúde complicou. Os indícios são de que sofreu um acidente vascular-cerebral, AVC, devido a complicações renais, mas até ao momento não há confirmação médica oficial sobre a causa da morte.
     O falecido era natural de Benguela e serviu nas selecções de sub-20 campeãs africanas da categoria como adjunto de Oliveira Gonçalves a quem coadjuvou no Mundial de 2006, na Alemanha, o primeiro e único  em que Angola participou. Mais tarde assumiu, ele próprio o cargo de selecionador nacional até ser substituído por Manuel José, que comandou os palancas no CAN que decorreu em Janeiro no nosso país. Prestou serviço nas principais equipas de futebol do país.
     A data e o local das exéquias do malogrado Mabi de Almeida serão comunicados oportunamente, segundo informou a família, mas uma última noticia dá conta que os seus restos mortais serão transladados na segunda-feira,7, para Benguela, por volta das 12 horas, onde serão sepultados no cemitério da Camunda.
     Como amigos de Mabi sentiremos a sua falta; mais um companheiro arrancado prematuramente da vida. As nossas sentidas condolências endereçadas à família enlutada.
     Que a sua alma descanse em PAZ !

PS: Os restos mortais de Mabi de Almeida foram sepultados Segunda-feira,7, no Cemitério do Alto das Cruzes, em Luanda.

2 comentários:

Soberano Canhanga disse...

Estou preocupado com o silêncio do Azulay.
Que se terá passado ao meu conterra!

Anónimo disse...

Também eu estranho o silêncio! Será que a "cena malaika" afectou-o? Anda Homem das Letras",estamos com saudades do nosso Reporter Favorito.
Reiga